Veja como as pequenas e médias empresas podem decolar aproveitando a economia digital e as oportunidades trazidas pelas novas tecnologias.

Você sabia que cerca de 22,5% da economia mundial está diretamente relacionada aos meios digitais? A tendência é que a economia digital cresça ainda mais daqui para frente, criando uma série de oportunidades e alguns riscos para as empresas.

Para as pequenas e médias (PMEs), a tecnologia é um sinal de esperança, pois resolve as limitações que existem entre empresas de pequeno porte e suas concorrentes gigantes. Ela ajuda as PMEs a alcançarem um nível de excelência similar — ou até maior — àquele de grandes empresas.

Essas companhias são menores, com um quadro de funcionários mais compacto e procedimentos menos definidos. Isso significa que elas conseguem se adaptar mais rapidamente a mudanças, transformando o que seria uma ameaça em uma oportunidade.

Assim, é possível que as PMEs usem a tecnologia para ultrapassar seus concorrentes maiores e oferecer mais conforto e segurança para o cliente.

Como a Transformação Digital afeta PMEs

A tecnologia está transformando o mercado e a sociedade de maneira profunda. Os consumidores vivem, agora, no mundo do imediatismo e deixaram de ter paciência para tarefas simples, como esperar na fila ou aguardar uma entrega que demora mais de uma semana. Além disso, o conhecimento ganhou um papel econômico importante.

As empresas, independentemente do seu tamanho, não conseguem chegar a lugar nenhum se não tiverem o know-how necessário para gerar riqueza. E isso só é possível por meio de uma boa aplicação da tecnologia.

O cliente em foco

Na economia digital, tudo deve ser voltado para a experiência do cliente. A empresa precisa inovar para encontrar estratégias de vendas que ajudem o cliente a encontrar o que procura.

É por isso que o marketing, por exemplo, tornou-se digital e parte essencial da estratégia de crescimento de qualquer empresa. Tais soluções ajudam a PME a se manter competitiva no mercado.

Para conseguir viver na economia digital, a empresa precisa investir ainda em uma boa infraestrutura de TI, que consiga dar suporte a todos os processos digitais. Ela é a responsável por garantir a eficiência das atividades em tempo real e evitar problemas e atrasos para o consumidor.

Até o planejamento de estratégias para enfrentar o mercado consegue ser mais conectado com a nova realidade que envolve clientes e uso da tecnologia.

O digital no centro de tudo

Todos os setores da empresa são afetados pela nova constituição econômica. As transações financeiras, por exemplo, acontecem no meio online e até alguns bancos são completamente digitais.

Ou seja, PMEs também precisam investir em segurança de ponta. Só assim o consumidor terá confiança para realizar as transações sem medo de vazamentos ou invasões criminosas. É claro que o setor de TI precisa acompanhar todo esse movimento.

As empresas precisam investir também em uma cultura de inovação, que ajude a utilizar as ferramentas tecnológicas. Incentivar todos os membros da equipe a gerar e implementar ideias novas está cada vez mais fácil considerando que todos estão conectados.

Compartilhar informações na nuvem, por exemplo, é uma maneira de garantir insights importantes e em tempo real. Isso leva a mudanças mais rápidas e processos mais eficientes.

Oportunidades da economia digital

Uma PME que consiga passar pelo processo de transição digital tem diversas oportunidades à sua frente. Empresas digitais são muito mais que uma moda, elas são uma tendência que veio para ficar.

Por acaso já ouviu falar em Uber, Spotify, Netflix ou Airbnb? Todas são empresas digitais que conseguiram sucesso, inovando na utilização da tecnologia.

As fintechs são um grande exemplo. Essas instituições financeiras inovadoras focam em serviços que bancos tradicionais tinham dificuldade em oferecer. Ao elevar a experiência do usuário, elas ganharam espaço no mercado. Hoje, empresas como Nubank e Banco Inter são sinônimo de qualidade.

O e-commerce também é uma maneira de prosperar no mercado digital. Uma pesquisa conduzida pelo Harris Interactive, em 2016, constatou que cerca de 89% das PMEs entrevistadas usaram vendas online para atingir mercados estrangeiros. Empresas de pequeno e médio porte competindo com gigantes fora do país por meio das compras online. Não parece uma oportunidade imperdível?

Para conseguir crescer e conquistar uma fatia cada vez maior do mercado, a tecnologia é imprescindível. Atualmente, quase todos usam seus smartphones e dispositivos móveis para navegar nas horas vagas e até para trabalhar.

O mundo é conectado. Uma PME que saiba inovar e usar a tecnologia para melhorar seus serviços e focar na experiência do cliente só pode crescer.

Agora você sabe mais sobre as possibilidades de sucesso na economia digital para pequenas e médias empresas. Acesse a página da Lenovo para PMEs e leia mais conteúdos relevantes sobre inovação e negócios!