O que você sabe sobre makerspaces? Conheça os ambientes que ajudam estudantes, startups e PMEs a acessarem tecnologia de ponta para promover inovações!

Certo dia você acorda com uma excelente ideia de produto, monta os planos e plantas, mas se depara com uma barreira: falta de estrutura para desenvolver um protótipo e surpreender os investidores. Ou talvez você não tenha capital para arcar com a aquisição de um equipamento fundamental e não faça ideia de onde encontrá-lo a um preço acessível. A solução nesses casos é procurar um makerspace.

Esse conceito está chegando no Brasil e a maioria das pessoas nem sabe do que se trata e desconhece seu potencial revolucionário em termos de inovação para o mercado no país. Quer entender o que é essa estrutura, como funciona e por que pode ajudar sua empresa? Continue a leitura!

O que é um makerspace?

O makerspace é um espaço dedicado especialmente ao empreendedorismo. Nele, pessoas de várias idades e interesses conseguem se reunir para trabalhar em seus projetos. Lembrou dos famosos coworkings que inclusive já chegaram a sua cidade? Não é isso, você já vai entender!

A tecnologia é uma das grandes vantagens que grandes empresas têm sobre startups e PMEs, certo? É por causa do acesso a ferramentas de alta qualidade (e custos elevados) que a maioria delas consegue desenvolver ideias e inovar em um ritmo incrível. Mas será que uma startup ou PME não consegue isso sem a ajuda de uma grande empresa?

Os makerspaces tentam fazer exatamente isso em um espaço quase comunitário. Nele, desenvolvedores, mentes criativas e estudantes têm acesso livre a diversas ferramentas tecnológicas, como dispositivos móveis, ferramentas de robótica, impressoras 3D, entre outros.

Além disso, são ambientes que estimulam o networking, essencial para empreendedores que desejam desenvolver ideias. Talvez seu produto não possa ser desenvolvido somente por você, mas alguém no makerspace pode ter as habilidades necessárias para isso.

Esses espaços têm justamente o objetivo de oferecer as ferramentas tecnológicas e os contatos que um empreendedor precisa para inovar e crescer no mercado. Ou seja, é uma excelente ideia e deve ajudar diversas PMEs a entrarem definitivamente no mercado tecnológico.

Como makerspace contribuem para a educação e empreendedorismo?

O makerspace é o local ideal para aprendizagem e inovação. Ao contrário de salas de aula tradicionais, eles permitem que o aluno persiga seu verdadeiro interesse.

Esqueça a rotina de estudar uma grade rígida durante um certo período de horas. Quer desenvolver projetos de robótica? No makerspace, pode encontrar as ferramentas para isso. Quer estudar empreendedorismo ou desenvolver um site? Também é possível!

Essa novidade surge como uma proposta que deixa estudantes de todas as idades perseguirem e se aproximarem de seus sonhos, oferecendo o ambiente, as ferramentas e o networking propício. Com isso, incentivam e amparam mentes inovadoras e empreendedoras desde cedo.

Para startups e PMEs, a ideia de um local compartilhado com ferramentas tecnológicas é ainda melhor. Nesses ambientes, é possível dar início a parcerias para desenvolver serviços e produtos ou até aproveitar tecnologias caras que a empresa ainda não consegue custear sozinha.

O melhor de tudo é que o makerspace é um espaço comunitário, ou seja, não existem restrições a respeito de quem pode aproveitá-lo para inovar. Isso dá vazão a ideias extremamente diferentes das que existem até então, contribuindo para o desenvolvimento do mercado.

Quem acessa esses espaços de compartilhamento pode contar não apenas com ferramentas tecnológicas incríveis, mas também com pessoas que têm a experiência que seu projeto precisa.

O que é preciso para criar um makerspace

O makerspace pode ser usado e trazer benefícios a diversas entidades. Escolas e universidades, por exemplo, podem aproveitá-los para agregar valor aos serviços oferecidos a estudantes e melhorar sua formação.

Entidades governamentais e empresas muitas vezes optam por essa estrutura. Como se trata de um local de inovação, é capaz de atrair mentes brilhantes que chamam a atenção dos recrutadores de organizações com frequência.

Quem deseja construir um ambiente desse e colher todos os seus benefícios precisa de alguns materiais, como:

  • Ferramentas para construir itens;
  • Educadores para auxiliar pessoas (especialmente nos espaços dedicados à educação);
  • Processos de organização;
  • Espaço para salas de aula e eventos;
  • Uma forma de garantir os fundos para manutenção e compra de novos equipamentos.

Muitas empresas e escolas que desejam desenvolver makerspaces encontram um problema: os equipamentos e o espaço são muito caros. Nem todas as entidades conseguem comprar uma impressora 3D ou ferramentas tecnológicas para seus alunos.

Inicialmente, o desenvolvedor desses espaços pode garantir ferramentas nada tecnológicas, mas que também agregam. É importante lembrar que a tecnologia não é a única parte do makerspace, que ele também é feito de pessoas. Construindo um lugar capaz de atrair profissionais inovadores, de diversas áreas, o local já cumpre seu propósito.

Como baratear a construção de um makerspace?

Mesmo com os riscos e custos, algumas empresas ainda desejam investir em um makerspace. Excelente, elas estão prestes a mudar o mundo para melhor! Mas para isso, precisam de recursos financeiros.

Comprar ferramentas tecnológicas ou até mesmo garantir um espaço de atuação podem ser tarefas muito custosas. Alguns conseguem parcerias com empresas maiores ou fornecedoras de equipamentos. Essa é uma maneira de atrair publicidade positiva para a parceira e garantir as ferramentas necessárias.

Outra opção é criar um makerspace online. Em vez de focar no uso de tecnologia avançada para gerar inovação, esses espaços virtuais propiciam o aprendizado por meio de interação. São ambientes em que pessoas interessadas em levar suas ideias adiante se reúnem para trocar experiências, recursos e se ajudar.

Você acaba de conhecer uma das principais ideias para o futuro em termos de inovação. Não fique de fora e tente conhecer mais sobre eles. Talvez o próximo grande produto da sua empresa esteja na mente de um dos inovadores que frequentam esses espaços.

Quer ver mais conteúdos relevantes sobre inovação e tecnologia? Visite a página da Lenovo para PMEs.